13 de outubro de 2008

Voltaremos a encontrar

Eu não digo muitas vezes "Amo-te"
porque tenho medo que não entendas
Eu também não entendo como é que tanto sentimento,
tanta adoração, cabem dentro de uma palavrinha tão pequena ...
Em todos os momentos que sentires a minha falta
lembra-te de quando querias ser livre ...

Dizer "Amo-te" não me parece suficiente
para te mostrar o quanto significas para mim
e no entanto, não existe outra forma ...
Em todos os momentos que pensares em mim,
lembra-te de que sinto da mesma forma ...

Por isso, não importa quantas as vezes o eu o diga,
importa apenas o sentimento que ela carrega
e por isso ouve-a sempre com o coração
e
guarda-a sempre dentro do teu peito
nunca se sabe quando volatrei a repetir ...
... Nós nos voltaremos a encontrar ....

32 comentários:

Só Eu disse...

"Nós nos voltremos a encontrar".
Quando, onde, como?
Estás triste Xinha. Que se passa?
Já estava com saudades tuas e tu vens, matas-me as saudades, mas vens amargurada. Queres falar?
Beijinhos

EU disse...

acabei por chegar a uma conclusão, a vida é e será cheia de encontros e desencontros, e nunca são demais os sentimentos que se tem e muito menos as palavras que se dizem...e acredito que nos voltaremos a encontrar ;-)

bj com saudades

Camila disse...

"Nós nos voltaremos a encontrar".
É nisso que acredito para continuar vivendo feliz... o mundo gira e sei que o verei.
Adorei Xinha!
Parabéns
Beijos

Sol da meia noite disse...

É tão difícil exprimir o que se sente...
O sentido mais profundo das palavras, torna-se insuficiente...
Porque bem mais profundo é o que vai na alma.

Abracinho
:-)))

Luísa disse...

Querida Xinha

Denoto uma tristeza neste post e dp duma ausencia tua aqui pergunto: Que se passa lindinha???

Beijocas e eu tou aqui de mão estendida.

Nuno disse...

Olá Susana! Então, como é que te sentes? Dizer a palavra " Amo-te " é lindo! estás melhor? beijos e um abraço!

instantes e momentos disse...

é lindo teu blog, não me canso de voltar.
Tenha uma feliz semana.
Maurizio

Véu de Maya disse...

menina sonhadora!


poema com muita alma mas com uma terna tristeza...talvêz por ser Outono...mas os dias as noites de sonho há-de voltar...

gostei de te ler...pureza e frrescura...

Véu de Maya disse...

errata;

talvez-seu chapéu

mas os dias e as noites de sonho hão-de voltar...

disse...

Sim, talvez um dia, quem sabe, nos voltemos a encontrar....
Espero que este lindo poema mas também um pouco triste não seja a tristeza que te interrompe a felicidade da alma.....
Se assim for, lembra-te sempre que cá estaremos nós sempre prontos a ajudar-te para o que der e vier.
Beijo grande da Nês....

Angel disse...

Guardar cada momento..afinal cada momento é unico..pode ser que não se repita...cada momento tem o sua parte especial..gostei muito de te ler..desejos de um anoite cheia de Sonhos...beijinhos..

Beautiful Stranger disse...

será? ou melhor tenho certeza que sim; senti o 'amor' ardente em palavras com discretamente colocadas numa perfeita sequência...

:D
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

>>postada a continuação de 'pequenos textos #1"

Coragem disse...

Muito mais que palavras, é o significado de um gesto.
Aquele que se cumpre, com a vontade do pensamento.
nem sempre a voz, reflete os mais puros sentimentos, nem sempre.

Cala-se a voz, para dar lugar aos gestos por cumprir...

Beijo

sonhos disse...

Mais vale um gesto que uma palavra.

O gesto fica marcado a palavra se apaga.

Beijinho

Black Kittie disse...

Voltei... Beijo

Mariazita disse...

Nunca te coibas de dizer: amo-te!
Diz, sim, todos os dias, a todas as horas, sempre que sintas vontade de o dizer.
E quando se encontrarem de novo...volta a dizer!
Para que nunca tenhas a sensação de que perdeste a oprtunidade de dizer: amo-te!
Beijinhos
Mariazita

NM disse...

Que o verdadeiro "amo-te" surja com a exacta essência da palavra que dele deriva... Que esse mesmo amor que tantas vezes em nós parece desencontrado, se revista de acordo com os nossos corações e se permita a acontecer na perfeita harmonia e encanto de cada um dos nossos seres. A ti, desejo-te tão somente isso mesmo: AMOR!
Um beijinho...
NM

Bruxinha disse...

Bonito

Mas denota alguma tristeza, será?

Jokas

Nuno disse...

Olá! estás bem? beijos e um bom fim de semana! um abraço Xinha ***************

janelasdavida disse...

BILHETE
Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Mário Quintana


Um bom final de semana! Bjs, amiguinha...

Menina do Rio disse...

Não vou justificar minha ausência, mesmo pq não caberia.
Adoraria ter estado por aqui, mesmo pq meu blog fez dois anos e eu nem estava aqui pra comemorar.
Quero apenas deixar meu pedido de desculpas, agradecer pelas visitas, pelo carinho, por tantos comentários e pela preocupação.
Mesmo que eu quisesse e me desdobrasse, não daria para fazer isso individualmente e terá que ser aos poucos.
Hoje quero apenas deixar um beijo e dizer que vou lendo-vos na medida do possivel.
Mil desculpas.
Estou de volta!
Um beijo imenso!

Anja Rakas disse...

Mas...
Porque?
Porque o reencontro cheio de dúvidas?
E mesmo assim..crias-te uma beleza de texto.
Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Xinha, excelente texto...
Beijos

Nemogeleia disse...

A vida é só uma, mas as alegrias e tristezas que ela arrasta consigo são muitas mais.

Jorge Cardoso disse...

hás-de me abrir o teu diário quase secreto... afinal é quase, por isso...

gostei muito deste texto pricipalmente desta frase...Em todos os momentos que sentires a minha falta lembra-te de quando querias ser livre ...
Beijinhos querida...

eu disse...

"Por isso não importa quantas vezes eu o diga, importa o sentimento que ela carrega."
A palavra que utilizou, não é grande, mas é enorme no seu significado e na profundidade com que atinge o destinatário.
Beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Oi, Xinha:
A vida é mesmo assim, quando um vai, o outro volta, é tudo abagunçado mesmo. Quando a reencontros, sou meio cética, mas não são impossíveis.
Estou com saudades, menina. Aparece no meu Blog.
Um beijo,
Renata Cordeiro

doisolhinhos disse...

Sempre romântica!
Umas vezes mais jubilosa, outras mais melancólica.

Voltarão a encontrar-se.

Beijinho

Nuno disse...

olá! já lá vão 11 dias que n escreves nada? estás bem? beijos e um abraço! um bom descanso! dorme bem!

Maria Anjos Varanda disse...

Nunca te arrependas de dizer "amo-te"....desde que sintas o que dizes.

Cabe aos outros saber aproveitar os teus verdadeiros sentimentos

Pjsoueu disse...

ahh o amor o amor..

O amor que é mais do que sentimento, deve ser uma forma de viver...um motivo sem motivo porque o motivo é viver:)

beijos do Pjsoueu

SAM disse...

Lindo texto, querida Xinha. Do início ao fim, comovente...


Grande beijo.