23 de junho de 2009

Precipicio

Eu escrevi um poema triste
E belo, apenas da sua tristeza.
Não vem de ti essa tristeza
Mas das mudanças do Tempo,
Que ora nos traz esperanças
Ora nos dá incerteza...

Nem importa, ao velho Tempo,
Que sejas fiel ou infiel...

Eu fico, junto à correnteza,
Olhando as horas tão breves...

E das cartas que me escreves
Faço barcos de papel!

(Mário Quintana)

Por vezes, sinto-me sozinha num precipicio...
E tudo o que consigo pensar é : Salto .. ou não salto ... salto ... não salto ... salto ... não salto ...

Acho que a vontade de saltar é tanta que até a mais leve das brisas, é capaz de me fazer cair profundamente .....
E depois de cair, não há retorno possível ...

Outras vezes, sinto que existe um imenso precipício a teimar em separar as nossas vidas .

Creio que tentas dizer algo que não consigo ouvir... e tudo o que te digo é um sussurro indecifrável aos teus ouvidos...

Às vezes, deste lado, parece-me ouvir-te dizer .... quero-te ... e outras vezes, acho que escuto .. esquece-me ...

Eu sei que poderia tenta saltar para o teu lado.
Mas, tenho medo de cair no vazio do meio ....

Ou ... não é nada medo !!! Se cair, que se lixe !! Não faço cá falta..

O meu medo ...
.... é de conseguir ouvir o que realmente tens para me dizer....

8 comentários:

Angel disse...

Olá...vim espreitar e vim no tempo certo..comprendo bem esse teu sentir mas também sei que tem que se ter a força sufeciente para ser mais forte e superar as dores...bom ter-te de novo por aqui...=)uma tarde cheia de Sonhos para ti...

Bruxinha disse...

Xinha,

Voltaste :) que bom :)
Um texto triste, a vida por vezes é cruel ;)

Um beijinho

Nuno Medon disse...

Olá!

Bem vinda de volta :)! O Poema é belo, mas com palavras e frases tristes. O Texto em baixo, penso que se deve ao teu estado de espírito e que sejam palavras tuas. O que tens Xinha ? Estás bem ? Se precisares de falar, já sabes onde estou.... beijos e um abraço!

ontem fiquei contente, pelo Olá que me deste!

um bom trabalho e boa semana! força!!

MZ disse...

Na vida e nos sentimentos sempre existem dúvidas, incertezas, medo de um dia perder tudo o que no momento é realmente TUDO!
Se nunca tentarmos, nunca saberemos...

um beijo do meu mar

a.m disse...

Muitas vezes só ouvimos o que o coração quer, o que a razão anseia... muitas vezes fugimos e iludimos aquilo que sabemos que vamos ouvir.

um texto repleto de reflexão que todos nós pensamos e que outras tantas vezes não assimilamos

Hoje sem amanhã disse...

Olá

Sempre volto aqui de tempos em tempos...e encontrei-te amiga.
Não gosto de te sentir assim...

Beijo...Beijo...Beijo

sonho disse...

Fazes sempre falta...haverá alguem que sinta a tua falta...
por termos duvidas em relação ao que uma certa pesssoa sente por nós...não devemos julgar todos por igual...
o medo é o maior obstaculo da felicidade...mais vale viver magoada que iludida...não tenhas medo da verdade hoje...pois ela um dia virá ter contigo...
Beijo de um anjo

cristina disse...

Sem dúvida que é um poema triste mas bonito.
È a vida por vezes pregam-nos muitas partidas e é bastante cruel.
Um beijo e muitos parabéns.